Últimas Produções

Até já...

Sejam imensamente felizes...

Era uma vez...

A bicicleta verde

Volta

Por favor entra

Deixa-me olhar-te/acordar...

Frágil

Lista de sonhos

Começar de novo

Baú da Princesa

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Hit Counter

free hit counter code
free search engine submission

Get your own Poll!
TugaTop - O melhor sitio para divulgares o teu site!
Locations of visitors to this page
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Segunda-feira, 9 de Junho de 2008

Principessa...

 

 

Caminhou sobre os estilhaços. Feriu os pés, mesmo calçando uns pequenos sapatos de princesa. Saiu do quarto. Trancou a porta. Continuou a caminhar de pés ensanguentados. Teve forças para mandar a chave ao rio.
 
Não voltaria a abrir aquela porta. Estava decidido. Não voltaria a caminhar sobre aqueles estilhaços. Estava decidido.
 
Tratou as feridas. Arranjou outros sapatos, cor-de-rosa, da cor dos das princesas do “viveram felizes para sempre”.
 
Estava na altura de começar a decorar outro quarto. Nada tinha a medida exacta. Nada tinha uma cor suficientemente boa. Nada tinha uma forma ideal. Nenhuma conjugação era agradável.
 
Desanimada voltou a casa.
 
Como por milagre a porta estava aberta. A porta estava escancarada.
 
Não resistiu, teve de espreitar. Lá dentro não havia mais os estilhaços que a magoaram. Estava tudo intacto. Mas não era possível. As marcas das feridas eram visíveis, não tinha sido um sonho mau.
 
Lá dentro não havia mais os estilhaços que a magoaram. Estava tudo intacto. Lá estava ele...lá estava ele com carinha de menino feliz e despenteado, com cara de menino feliz e cansado após fazer construções de legos durante horas. Estava tudo intacto. Nada tinha sido rasgado. Nada tinha sido partido...estava tudo intacto. Viam-se pequenos fios de cola a brilhar com a luz, mas tudo estava perfeito.
 
Ele apontou para os  novos sapatos cor-de-rosa dela. Ela apontou para o novo olhar feliz dele.
 
 
 
 
E viveram felizes...
 
 
Caminhou sobre os estilhaços. Feriu os pés, mesmo calçando uns pequenos sapatos de princesa. Saiu do quarto. Trancou a porta. Continuou a caminhar de pés ensanguentados. Teve forças para mandar a chave ao rio.
 
Não voltaria a abrir aquela porta. Estava decidido. Não voltaria a caminhar sobre aqueles estilhaços. Estava decidido.
 
Tratou as feridas. Arranjou outros sapatos, cor-de-rosa, da cor dos das princesas do “viveram felizes para sempre”.
 
Estava na altura de começar a decorar outro quarto. Nada tinha a medida exacta. Nada tinha uma cor suficientemente boa. Nada tinha uma forma ideal. Nenhuma conjugação era agradável.
 
Desanimada voltou a casa.
 
Como por milagre a porta estava aberta. A porta estava escancarada.
 
Não resistiu, teve de espreitar. Lá dentro não havia mais os estilhaços que a magoaram. Estava tudo intacto. Mas não era possível. As marcas das feridas eram visíveis, não tinha sido um sonho mau.
 
Lá dentro não havia mais os estilhaços que a magoaram. Estava tudo intacto. Lá estava ele...lá estava ele com carinha de menino feliz e despenteado, com cara de menino feliz e cansado após fazer construções de legos durante horas. Estava tudo intacto. Nada tinha sido rasgado. Nada tinha sido partido...estava tudo intacto. Viam-se pequenos fios de cola a brilhar com a luz, mas tudo estava perfeito.
 
Ele apontou para os  novos sapatos cor-de-rosa dela. Ela apontou para o novo olhar feliz dele.
 
 
 
 
E viveram felizes...
 
 
 
Recomeça quantas vezes as necessárias...a cola colará sempre sobre cola.
 
tags:

publicado por Flá às 19:03

link do post | comentar | favorito
|

11 comentários:
De flipe a 9 de Junho de 2008 às 20:47
O amor.. que dizer mais, qd se ama, ama-se e pronto.. qd se ama, qd duas pesoas se amam, haverá sempre cola - amor, para colar os cacos.. Um triângulo, três véstives, paz, luz, amor, q a tua vida esteja sempre inserida neste triângulo, sempre.. beijinho e bg pla visita..


De estreladosul a 10 de Junho de 2008 às 00:41
Lindo, amiguinha.

O melhor na Amizade...
é que podemos não concordar com tudo,
mas continuamos sempre amigos.

Uma optima semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

http://toquedeestrela.blogspot.com
http://sensualidadeemletras.blogspot.com


De J12 a 11 de Junho de 2008 às 01:36
Olaaa..
Gostei muito... e adorei a parte "Ele apontou para os novos sapatos cor-de-rosa dela. Ela apontou para o novo olhar feliz dele."
E o q mais gostei de tudo foi conseguir imaginar a história até o fim...
Na verdade por mais vezes que contamos a história por mais pontos que acrescentemos o final sera sempre o mesmo afinal o amor, o verdadeiro amor, vence tudo....


De daplanicie a 11 de Junho de 2008 às 15:02
E que tudo nas nossas vidas seja assim...sempre recuperável e renovável. Assim seremos certamente mais felizes. Lindíssimo texto!
Beijinhos


De a 12 de Junho de 2008 às 15:33
Olá x)
Muito bonito!

Beijo@


De estreladosul a 13 de Junho de 2008 às 02:39
Ouvimos falar que amigos...
são resentes de Deus.
Eu não tenho a menor dúvida
dessa realidade.
Em alguns momentos de nossas
vidas uma mensagem de um amigo
cai como bálsamo em nossos corações.
Agradeço a Deus pela sua vida, que hoje
faz parte da minha vida.

Um lindo fim de semana

Bjinho amigo

Mario Rodrigues

http://toquedeestrela.blogspot.com
http://sensualidadeemletras.blogspot.com


De dolce_vita a 13 de Junho de 2008 às 22:27
E tudo recomeça...num simples olhar...ou olhares intensos.
e viveram felizes ...que cada vida seja um conto de fadas
RS


De Pedro Leitão a 15 de Junho de 2008 às 03:23
es mm teimosa XD nem me deixas mandar nos teus posts, onde é que isto já se viu XD

lá tiveste que por a coisa da cola XD

:P

***********

(continuo a preferir a minha ideia :P mas depois discutimos isso XD)

Gostei :)


De Flá a 15 de Junho de 2008 às 10:52
eu sei que adoras o meu mau feitio, não sei porque te estás sempre a queixar xD

opa ficou bem, eu gostei, está queridíssimo isso da cola bbb

e não ralhes assim comigo, sou pequenina, só tenho 1,53 de altura ^^

beijinho


De Pedro Leitão a 15 de Junho de 2008 às 03:24
p.s.- continuo a não perceber o "viverem felizes para sempre"... :S não será "viveram" ??


De Flá a 15 de Junho de 2008 às 10:49
esse viverem vem das muitas conversas que tenho tido com manuxuhxuhx xD

obrigada pelo aviso vou já já emendar
Sr. Zangão^^


Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisa

 

Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


tags

todas as tags

Favoritos

Uncensored

Links

Dá-me uma palavra...


blogs SAPO
RSS