Últimas Produções

Até já...

Sejam imensamente felizes...

Era uma vez...

A bicicleta verde

Volta

Por favor entra

Deixa-me olhar-te/acordar...

Frágil

Lista de sonhos

Começar de novo

Baú da Princesa

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Hit Counter

free hit counter code
free search engine submission

Get your own Poll!
TugaTop - O melhor sitio para divulgares o teu site!
Locations of visitors to this page
Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Sexta-feira, 15 de Junho de 2007

Nada de desculpas...

Demorei a abrir a porta pois já não acreditava que pudesses ser tu, não acreditava que um dia fosses voltar, não acreditava que ainda me quisesses, ainda que quando te vi de olhar triste não soubesse ao certo o que pretendias ou se pretendias algo mais que me lembrar que te amo profundamente e que não eras meu…

            Fiz-te sinal para entrares e nem uma palavra ousou soltar-se…sentaste-te no lugar de sempre, ainda que não te sentasses nele à quase dois meses, de pé à tua frente cruzei os braços enquanto esperava uma palavra tua, uma palavra que talvez justificasse a tua presença ou a tua ausência... “Desculpa…desculpa mas não aguento não te ver todos os dias, não aguento não te tocar todos os dias…desculpa” as palavras que usas-te e a forma como não me encaraste soaram-me a uma desculpa de homem, uma daquelas desculpas em que já ninguém cai.

            Perguntei-te friamente se tinhas acabado de falar e disse que tinha algumas coisas a fazer e que não podia perder muito tempo com coisas que não interessavam, mas naquele momento tudo o que eu queria era abraçar-te e dizer-te que quase morri de saudades e chorar agarrada ao teu pescoço, chorar de felicidade após tanto tempo a chorar de tristeza…

            Sem me olhares nos olhos levantaste-te e preparavas-te para sair, quando, num gesto brusco me abraças e me dizes que me amas e que foi tudo um erro e que queres ficar comigo, porque sem mim as coisas não fazem sentido, dizes que precisas de mim, dos meus miminhos matinais para acordares e para o teu dia correr bem, dizes que precisas de mim sempre a buzinar-te aos ouvidos o que é preciso fazeres, que precisas das nossas brincadeiras tolas que tanto te preenchem….tapei-te a boca, não quis ouvir mais nada, não precisava ouvir mais nada, não precisava das tuas lágrimas para me sentir melhor…conheço-te o suficiente para saber que não mentias.

            Não te perguntarei por onde andaste, o que fizeste ou com quem estiveste, nada, não te perguntarei nada…quero-te aqui comigo e se é isso que queres e se me amas isso basta…as outras respostas não mudariam o que sinto por ti nem o que somos juntos.

            Na primeira noite mal fechei os olhos…tive medo, medo que fosse um sonho e que quando os abrisse tu não estivesses lá, como não havias estado durante semanas, por favor não voltes a ir de férias sem me levar.

 

Algumas verdades magoam e parecem transformar  outras verdades em mentiras, por isso, não quero saber, não quero saber nada sobre as tuas últimas semanas, só te quero aqui, e por favor abraça-me outra vez, e outra, e outra, e outra…e não mais palavras que isso, a tua presença e saber que me amas a mim bastam para te desculpar, ainda que não tenha nada que desculpar, foram só uma férias, sem nada de mal.

           

            Amo-te e quero-te sempre como agora, comigo e feliz.

            (Só te conto o que se passou naquele dia para o caso de já não te lembrares.)


publicado por Flá às 21:14

link do post | comentar | favorito
|

13 comentários:
De Pedro Leitão a 15 de Junho de 2007 às 21:20
sabes que gosto daquilo que escreves... apesar de continuares a falar de coisas irreais... sabes que isto nuna vai acontecer... porque para isso eu tinha que te deixar...

amo-te pimpolha:P (L)


De LuiSinhA a 15 de Junho de 2007 às 21:42
oi pincexa linda :)
quando li este post fiquei nao sei o que dizer mesmo... o texto está lindo. lindo mesmo. tens uma maneira de escrever que me cativa.
mas quero dizer uma coisa. perdoa o rapaz. morrer de saudades nao apaga o que sentimos por quem amamos. por vezes, fazemos coisas que nao queremos mas é tudo por amor. eu tambem fiz e arrependi-me bem disso. hoje já estou melhor. quer dizer já estamos melhor mas isso é outra historia...
fica com ele... nao ha nada melhor do que estarmos com quem amamos......
beijo grande linda


De girlL a 18 de Junho de 2007 às 15:02
agora percebo porque comentas_te o meu post. Deixa _me que te diga que adorei ler o teu retrato de algo que te aconteceu, escreves com delicadeza e descreves com minuciosidad cada sentimento teu com todo o esplendor que ele alberga.
Espero a tua felicidade.


De daplanicie a 19 de Junho de 2007 às 10:56
Cada vez melhor!! ;-) Imagina o que se tinha perdido se tivesses desistido. Espero que os exames corram pelo melhor!! Beijinho


De girlL a 19 de Junho de 2007 às 16:57
deixa me k te diga que se assim darias certamente uma boa escritora e eu seria a 1a a compraras tuas obras. És um pouco como eu, gosto de escrever alguns textos baseados em acontecimentos mas "inventando" ou alterando um pouco o rumo da história, para assim dar mais enfase e vontade de ler a quem o destino.
dariaas certamente uma boa escritora volto a dizer. obgda plus teus comentarios, gosto bastante deles!
beijo


De flor_incognita a 21 de Junho de 2007 às 18:40
Olá pinxexa...como prometi aqui estou...e devo dizer-te que adorei o que li..não sei se a história é real...mesmo que não seja... de certeza que tem um pouco de ti...!
Escreves com muito sentimento...Estou a pensar em adicionar-te...será que posso?
beijo


De Flá a 21 de Junho de 2007 às 18:56
obrigada pela visita, claro que pode adicionar, fico lisonjeada que o queira fazer, muito obrigada pelas elogios.
A historia não é totalmente verdadeira, mas sem dúvida que tem muito de mim e do que é a minha vida. beijo


De flor_incognita a 21 de Junho de 2007 às 20:23
Ok...daqui dão dá para te adicionar..mas quando chegar a casa...
BOM FIM DE SEMANA!


De Just me... a 24 de Junho de 2007 às 19:07
Olá Pinxexa...
Vim visistar o teu blog e pura e simplesmente não tenho palavras...os textos são lindos...
Acredita que vou voltar para ler...
Já agora tens uma nomeação minha para "Cupido Fonte de Amor"...

Beijocas grandes....


De daplanicie a 25 de Junho de 2007 às 08:19
Os exames estão a roubar-te o tempo para escreveres ou é falta de vontade? Pensando bem se calhar até é bom não encontrar nada de novo escrito porque como disseste que escreves quando estás deprimida a falta de posts pode significar que estás superfeliz a gozar este início de Verão! Beijinho para ti e olha que já voltei ao activo...


De Flá a 26 de Junho de 2007 às 12:22
Lá irei ver e comentar, como de costume, as suas produções =)
é mais falta de tempo que outra coisa...mas fico contente por saber que passa por aqui para ver se tenho novidades...e obrigada por ter retribuido a "amizade" que apenas é visivel no nosso perfil. beijo


De rui a 26 de Junho de 2007 às 18:03
Olá Flávia és muito minha amiga... mas, pessoal vão ao http://meehh.blogs.sapo.pt que é todo catita, um blog pra toda a família se juntar a seguir ao jantar e ver o realmente interessa... pronto, este blog até tem alguma piada, mas vão ao "meehh"!!!
Bjs
fica bem MEEEHHHH

P.S.: Pronto Flávia, eu digo, a menina Flávia foi quem me influenciou a fazer um blog, graças a ela vão poder ver algo fora do normal, que pode traumatizar mentes ingénuas. (Este comment foi escrito de livre e espontânea pressão da autora deste blog!)


De Flá a 26 de Junho de 2007 às 18:09
É verdade aqui a tia Flávia melgou bastante o menino rui para deixar aqui um comentário e ele como é um lindo menino deixou...beijinho rui e não te esqueças que um mês faz toda a diferença


Comentar post

Mais sobre mim

Pesquisa

 

Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


tags

todas as tags

Favoritos

Uncensored

Links

Dá-me uma palavra...


blogs SAPO
RSS